segunda-feira, 25 de maio de 2015

Afinal, como explicar na confluência do Rio do Peixe...Com o Alto Piranhas, em Aparecida-PB...A medição de Vazão está na Cota(Zero)?...Ou seja, indicando Rio Seco


Afinal, como explicar na confluência do Rio do Peixe...Com o Alto Piranhas, em Aparecida-PB...A medição de Vazão está na Cota(Zero)...Ou seja, indicando Rio Seco...Enquanto, Em São Domingo de Pombal-PB...Mais a Jusante(a baixo)...O Rio Alto Piranhas...Está na Cota(180cm )...Ou seja, 'Rio com Água...Se não vem Chovendo...Na região- (Vide site da AESA)-
E que alías...Desde do Dia: 11.05.2015...Que vem ocorrendo isto...
Rio Piranhas aumenta volume d’água e povo de Jardim de Piranhas festeja
Ou então, aumentaram a Vazão do Canal da Redenção?
E se aumentaram...Sem nenhuma Resolução?
Com a Palavra a Agência Nacional de Águas - ANA

Em suma, diante disto, propõe-se melhor "Acompanhamento desta Barragem de Mãe D Água...Dentro dos 'Padrões' do Acompanhamento  do Sistema Hídrico de Curema- Açu.

Do Escritor  Pedro Severino de Sousa
Do Livro: Água A Essência da Vida.
João Pessoa(PB), 25.05.2015

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Vazão defluente de Três Marias será de 300m³/s a partir de 21 de Maio de 2015

Vazão defluente de Três Marias será de 300m³/s a partir de 21 de Maio de 2015
Devido às baixas vazões afluentes que vem sendo registras na bacia do rio São Francisco, a partir de amanhã, 21 de maio, a vazão defluente média do reservatório Três Marias será aumentada para 300m³/s. Em maio, o reservatório vinha sendo operado com vazões da ordem de 200m³/s. A decisão foi acordada hoje de manhã em reunião de acompanhamento da bacia, coordenada pela ANA em sua sede, em Brasília.
Com relação à vazão defluente do reservatório de Sobradinho, atualmente de 1.100 m³/s e de 1.000m³/s para cargas leves, ficou mantido o cronograma dos testes escalonados, que já haviam sido acordados, para vazões reduzidas de 1000m³/s em todas as cargas entre os dias 27 de maio e 2 de junho, de 950m³/s entre os dias 3 e 9 de junho e de 900m³/s entre os dias 10 e 16 de junho.
Uma das condições do Ibama, que autorizou a realização dos testes, era que Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – Chesf, operadora de Sobradinho, entregasse um Plano de Contingência para a Bacia, o que ocorreu no início de maio, de acordo com a presidente do Ibama, Marilene Ramos. Ela explicou que cada etapa do teste será liberada somente após entrega de relatório pela Chesf.
O Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, a Chesf, a Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG apresentaram informações sobre a situação hidrometeorológica e de armazenamento da Bacia, que indicam a necessidade de reduções adicionais das defluências de Sobradinho e Xingó com vistas à garantia de atendimento dos usos múltiplos da água.
De acordo com o ONS, 2013 e 2014 foram os piores anos para a bacia do São Francisco em termos de vazões afluentes, desde que iniciaram as medições. Segundo informações do último relatório de acompanhamento, do dia 19 de maio, o sistema equivalente da Bacia, que inclui os reservatórios de Três Marias, Sobradinho, e Itaparica, opera com 26,51% de sua capacidade. Na mesma época do ano passado, acumulava 41%.
A redução temporária da vazão mínima defluente dos reservatórios de Sobradinho e Xingó leva em consideração a importância dos reservatórios de Sobradinho, Itaparica (Luiz Gonzaga), Apolônio Sales (Moxotó), Complexo de Paulo Afonso e Xingó para o atendimento dos usos múltiplos da água na bacia. A vazão mínima defluente autorizada, em condições normais, nas UHEs Sobradinho e Xingó é de 1.300 m³/s, mas, devido às condições hidrológicas desfavoráveis na bacia, a ANA, desde abril de 2013, vem autorizando a redução da vazão mínima defluente em Sobradinho e Xingó.
Participaram da reunião o diretor presidente da ANA, Vicente Andreu, e a presidente do Ibama, Marilene Ramos, além de representantes da Chesf, Cemig, ONS, Antaq, Annel, Ministérios dos Transportes, de Minas e Energia e da Integração, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam) e Secretaria de Recursos Hídricos de Pernambuco.

Três Marias

Com um volume útil de 37,84% registrado nesta terça-feira, Três Marias fica na cabeceira do rio São Francisco e é o segundo maior da bacia, com capacidade para armazenar 19.528hm³, ficando atrás somente do reservatório de Sobradinho. A hidrelétrica é operada pela Cemig e tem uma potência instalada de 396MW.
Texto:Cláudia Dianni - Ascom/ANA
Isto tinha proposto...Desde (SEGUNDA-FEIRA, 4 DE MAIO DE 2015)...Na

"UMA ANALOGIA CRÍTICA",


Em síntese, dizer que a necessidade de reduções de até o limite de 900 m³/s...Adicionais das defluências de Sobradinho e Xingó com vistas à garantia de atendimento dos usos múltiplos da água...Ao meu vê...Não tem sentido obvio...Pois, os usos múltiplos da água...Para água de beber, dessedentação animal, irrigação, piscicultura, entre outros usos...Entre Sobradinho até Penedo(AL) Foz do Rio São Francisco...Precisa do aumento do limite de 900 m³/s...E não ao ‘Contrário’...Ou seja, da necessidade de reduções adicionais das defluências de Sobradinho e Xingó com vistas à garantia de atendimento dos usos múltiplos da água.
Entretanto, o mais “Incongruente” de tudo isto... É querer comparar os “Desiguais (Sobradinho e Xingó)...Com a mesma igualdade...Pois, a Barragem de Sobradinho:

É o Reservatório Hidroelétrico...Que regula todas as Usinas Hidroelétricas a sua Jusante...Itaparica(Luiz Gonzaga), Apolônio Sales(Moxotó), Complexo de Paulo Afonso...Inclusive a Usina de Xingó
                                Hidrelétrica de Xingó (AL)
Pois, todas essas Usinas Hidroelétricas abordadas anteriormente... Exceto, naturalmente, a Barragem de Sobradinho... São mananciais em ‘Tese’...De “Fio D Água”.
Ou seja, recebem em “Série”...A defluência que vem da Barragem de Sobradinho...E jamais a Barragem de Xingó...Poderá possuir uma defluência igual a Barragem de Sobradinho...Como por exemplo, ‘Se’ Sobradinho...Tiver uma “Defluência”...De 1300m³/s...A Barragem de Xingó...Não poderá ter a mesma “Defluência”...De 1300m³/s...Pois, A Barragem de Xingó...É uma Barragem...De “Fio D Água”...E não uma “Barragem Reguladora”...Como Barragem de Sobradinho “É”...E Ponto Final.
Então, diante deste contexto abordado acima, é importante “Mitigar”...A atual situação sofrível do “Sistema CHESF”...E fazer um prognostico para o Biênio 2015 e 2016...Desde, ou melhor, a partir  da Usina Hidroelétrica de Três Marias(MG).
Na "Reunião de acompanhamento avalia situação dos reservatórios do São Francisco".

Então leia...E entenda...


Do Escritor Pedro Severino de Sousa
Do Livro Água A Essência da Vida.

João Pessoa(PB), 21 de Maio de 2015

quinta-feira, 21 de maio de 2015

FENÔMENO EL NIÑO CONTINUA ATUANDO NO OCEANO PACÍFICO. EQUATORIAL



FENÔMENO EL NIÑO CONTINUA ATUANDO NO OCEANO PACÍFICO.

EQUATORIAL


Qual o efeito do El Niño na chuva e no frio do Sul?



Especial El Niño 2015 - Sul.


De Chuvas aqui no litoral do Nordeste entre Abril...Até 19 de Maio de 2015...Entre Natal, João Pessoa, Recife, Maceió e Aracaju... Além do do El Niño, que está se instalado...No Oceano Pacifico, principalmente, entre o Litoral Peruano e Alasca(EUA), em pleno "Anel do Fogo"...

E mais ainda(o mas agravante), ao meu vê...É sobretudo, devido as 47(quarenta e sete) Termelétricas: duas(2) no Rio Grande do Norte; três(3) na Paraíba; dezenove(19) em Pernambuco; vinte(20) nas Alagoas..E três ( 3) em Sergipe.

E essas referidas 'Usinas Termelétricas' abordadas anteriormente, estão em “Plena Operação”... Todas "Elas" instaladas no Litoral desses respectivos Estados supracitados... Pelo visto, aonde são jogadas "Toneladas de "Gás Quentes e Secos"...Para atmosfera(leia-se Troposfera-camada de condensação das chuvas).

Que veio, obviamente, diminuir as "Chuvas"...Ou seja, obstruindo as "Frentes Frias", vindas do 'Polo Sul'...Agora entre Abril. até 19 de Maio de 2015...Entre Natal, João Pessoa, Recife, Maceió e Aracaju... Feito "Efeito Dominó".

Em suma, onde se Conclui... Se 'Correr'...O "Bicho pega...E se ficar o bicho Come"...Até por que?, o 'Sistema Elétrico do Brasil’... Precisa dessas "Termelétricas", para o ‘Suprir’... Ou melhor, "Socorrer as 'Usinas Hidrelétricas'...De um possível, "Colapso Hidrelétrico".

Provavelmente, vão perguntarem? Por que no de 2014...Choveu dentro da média histórica...No litoral Nordeste...Ao meu vê, foi devido que essas Termelétricas aqui no Litoral do Nordeste..Não estavam operando...Ou seja, as hidrelétricas...Estavam ainda suprindo todo o sistema elétrico do Brasil.

Entretanto, neste ‘Ano de 2015’...As hidrelétricas estão operando no vermelho...Por isso, as “Tarifas de Energia elétrica”...Estão, ‘Operando no Vermelho’...Ou seja, na ‘Bandeira Vermelha’...Até por que, as termelétricas, estão suprindo as hidrelétricas...E isso...Não é só no Nordeste...É em todo Brasil... Principalmente na Região Sudeste...Que está sofrendo o mesmo dilema...ou seja, de uma ‘Crise Hidroelétrica , sem precedentes...Entretanto, é meu ponto de vista.

Do Escritor
Pedro Severino de Sousa
Do livro:Água : A Essência da vida
João Pessoa, 20.05.2015.

quarta-feira, 20 de maio de 2015

A CRISE NO SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO... NESTE BIÊNIO 2015 A 2016


A CRISE NO SISTEMA ELÉTRICO BRASILEIRO... NESTE BIÊNIO 2015 A 2016
A crise do setor energético brasileiro e os apagões diários do Araguaia
Brasileiros ficaram, em média, 17 horas sem luz no ano passado
Foram mais de 28 milhões de reclamações contra as distribuidoras.
Agência Nacional de Energia Elétrica cobrou explicação das empresas.
Em 2012, Brasil ficou sem luz mais tempo do que o estipulado pela Aneel
Brasileiros ficaram 18 horas e 39 minutos sem luz no ano passado.
A geração termelétrica por biomassa.
Apesar de representar um terço da produção de energia termelétrica no Brasil, a biomassa tem como grande representante o bagaço de cana, com 81% de participação.

Uso de termoelétricas para garantir a segurança energética deve custar R$ 500 milhões este ano » Mapa: termelétricas no Brasil.

UMA ANALOGIA CRÍTICA

De Chuvas aqui no litoral do Nordeste entre Abril...Até 19 de Maio de 2015...Entre Natal, João Pessoa, Recife, Maceió e Aracaju... Além do do El Niño, que está se instalado...No Oceano Pacifico, principalmente, entre o Litoral Peruano e Alasca(EUA), em pleno "Anel do Fogo"...E mais ainda(o mas agravante), ao meu vê...É sobretudo, devido as 47(quarenta e sete) Termelétricas: duas(2) no Rio Grande do Norte; três(3) na Paraíba; dezenove(19) em Pernambuco; vinte(20) nas Alagoas..E três ( 3) em Sergipe.

E essas referidas 'Usinas Termelétricas' abordadas anteriormente, estão em “Plena Operação”... Todas "Elas" instaladas no Litoral desses respectivos Estados supracitados... Pelo visto, aonde são jogadas "Toneladas de "Gás Quentes e Secos"...Para atmosfera(leia-se Troposfera-camada de condensação das chuvas)...
Que veio, obviamente, diminuir as "Chuvas"...Ou seja, obstruindo as "Frentes Frias", vindas do 'Polo Sul'...Agora entre Abril. até 19 de Maio de 2015...Entre Natal, João Pessoa, Recife, Maceió e Aracaju... Feito "Efeito Dominó".

Em suma, onde se Conclui... Se 'Correr'...O "Bicho pega...E se ficar o bicho Come"...Até por que?, o 'Sistema Elétrico do Brasil’... Precisa dessas "Termelétricas", para o ‘Suprir’... Ou melhor, "Socorrer as 'Usinas Hidrelétricas'...De um possível, "Colapso Hidrelétrico".
Provavelmente, vão perguntarem? Por que no de 2014...Choveu dentro da média histórica...No litoral Nordeste...Ao meu vê, foi devido que essas Termelétricas aqui no Litoral do Nordeste..Não estavam operando...Ou seja, as hidrelétricas...Estavam ainda suprindo todo o sistema elétrico do Brasil...
Entretanto, neste ‘Ano de 2015’...As hidrelétricas estão operando no vermelho...Por isso, as “Tarifas de Energia elétrica”...Estão, ‘Operando no Vermelho’...Ou seja, na ‘Bandeira Vermelha’...Até por que, as termelétricas, estão suprindo as hidrelétricas...E isso...Não é só no Nordeste...É em todo Brasil... Principalmente na Região Sudeste...Que está sofrendo o mesmo dilema...ou seja, de uma ‘Crise Hidroelétrica , sem precedentes...Entretanto, é meu ponto de vista.

Do Escritor 
Pedro Severino de Sousa
Do livro:Água : A Essência da vida

domingo, 17 de maio de 2015

PROPOSTA DE UM MELHOR...MONITORAMENTO DO SISTEMA CUREMA- MÃE D ÁGUA.




PROPOSTA DE UM MELHOR...MONITORAMENTO DO SISTEMA CUREMA- MÃE D ÁGUA.


Sinceramente, como justificar ou explicar?...Que o Açude de Curema...Com uma de Vazão de 3.00m³/s... Vem tendo uma perda diária de 170.000m³/s(119.690 - 119.350) .




Enquanto a Barragem de Mãe D Água...Vem possuindo uma perda diária de
200.000m³/s(126.880 - 126.000).


E o pior sobre a Barragem de Mãe D Água, ou melhor, CANAL DA REDENÇÃO... Na atual vazão?...Sem nenhum 'Monitoramento"... Por parte da ANA


Pois, pelo visto, a ANA- AGÊNCIA NACIONAL DAS ÁGUAS)...Em 'Tese', para o PIVAS... A ANA- Faz um gestão dentro de preceitos hidrológicos legal("autorizou a vazão de 1m³/s até 9 de novembro. Entre os dias 10 e 17, a vazão deverá cair para 0,55m³/s"...Precisa-se de baixar 'Resoluções...
Entretanto, a Barragem de Mãe D Água, entre os dias 13.05 a 5.05.2015...Veio perder 200.000m³/s(duzentos mil metros cúbicos de água)...Sem nenhum monitoramento pela ANA...
Sendo assim, pelo visto, veio explicar...A euforia do Povo de Jardim de Piranhas:


Então diante disto, sugere que no Acompanhamento do Sistema
Curema - Açu...Coloque também, no link deste... Acompanhamento do Sistema
Curema - Açu
http://arquivos.ana.gov.br/…/Boleti…/CuremaAcu_15-5-2015.pdf )...


Um "Diagrama Gráfico"...Das Vazões do Canal da Redenção...Como por exemplo, VAZÃO LIBERADA DE CUREMA...Para um melhor Monitoramento do sistema Curema- Mãe D Água.

Entretanto, é a minha sugestão

Do Escrito do livro:
Água: A Essência da Vida.
Pedro Severino de sousa
João Pessoa(PB), 17.05.2015

sábado, 2 de maio de 2015

Reunião de acompanhamento avalia situação dos reservatórios do São Francisco



Hidrelétrica de Xingó (AL)
ANA  - (AGÊNCIA NACIONAL DAS ÁGUAS)
Reunião de acompanhamento avalia situação dos reservatórios do São Francisco
29/4/2015

Dando continuidade à avaliação da situação dos reservatórios da bacia do rio São Francisco com a prática de defluências reduzidas, foi coordenada pela Agência Nacional de Águas - ANA, em 28 de abril de 2015, reunião que contou com a participação de representantes dos setores usuários e do poder público.

Na ocasião, o Operador Nacional do Sistema Elétrico – ONS, a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco – CHESF e a Companhia Energética de Minas Gerais – CEMIG apresentaram informações acerca da situação hidrometeorológica e de armazenamento da bacia do rio São Francisco que indicam a necessidade de reduções adicionais das defluências de Sobradinho e Xingó com vistas à garantia de atendimento dos usos múltiplos da água.

Tendo em vista as condições desfavoráveis por qual passa a bacia do rio São Francisco, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – IBAMA concedeu à CHESF a Autorização Especial N° 05/2015, para realizar testes de redução de vazão no rio São Francisco, a partir da usina de Sobradinho, até o limite de 900 m³/s.

Dentre as condicionantes que devem ser atendidas pela CHESF antes do início dos testes, destaca-se a necessidade de apresentação ao IBAMA, pela CHESF, de um Plano de Contingência contendo o planejamento de ações voltadas aos riscos que poderão ser incrementados devido à intensificação do regime de escassez hídrica.

Atualmente, conforme a Resolução ANA nº 206/2015, de 23/03/2015, está autorizada, até 30 de abril de 2015, a redução da descarga mínima defluente dos reservatórios de Sobradinho e Xingó de 1300m³/s para 1100m³/s. Para o período de carga leve (da 0h às 7h em dias úteis e sábados, e domingos e feriados durante todo o dia), o documento permite a redução das vazões para 1000m³/s.

A redução temporária da vazão mínima defluente dos reservatórios de Sobradinho e Xingó leva em consideração a importância dos reservatórios de Sobradinho, Itaparica (Luiz Gonzaga), Apolônio Sales (Moxotó), Complexo de Paulo Afonso e Xingó para o atendimento dos usos múltiplos da água na bacia. A vazão mínima defluente autorizada, em condições normais, nas UHEs Sobradinho e Xingó é de 1.300 m³/s, mas, devido às condições hidrológicas desfavoráveis na bacia, a ANA, desde abril de 2013, vem autorizando a redução da vazão mínima defluente em Sobradinho e Xingó. Participaram da reunião representantes da ANA, Chesf, ONS, Antaq, Annel, Ibama, ministérios dos Transportes, de Minas e Energia e da Integração, Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte, Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig), Comitê da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco (CBHSF), Instituto Mineiro de Gestão das Águas (Igam), Ministério Público Federal, Secretaria de Meio Ambiente e Recursos Hídricos de Alagoas, Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal) e Agência Executiva de Gestão das Águas e Saneamento de Alagoas (Aesa).

Fonte:
Página da ANA – AGENCIA NACIONAL DAS ÁGUAS.


UMA ANALOGIA CRÍTICA:

Em síntese, dizer que a necessidade de reduções de até o limite de 900 m³/s...Adicionais das defluências de Sobradinho e Xingó com vistas à garantia de atendimento dos usos múltiplos da água...Ao meu vê...Não tem sentido obvio...Pois, os usos múltiplos da água...Para água de beber, dessedentação animal, irrigação, piscicultura, entre outros usos...Entre Sobradinho até Penedo(AL) Foz do Rio São Francisco...Precisa do aumento do limite de 900 m³/s...E não ao ‘Contrário’...Ou seja, da necessidade de reduções adicionais das defluências de Sobradinho e Xingó com vistas à garantia de atendimento dos usos múltiplos da água.
Entretanto, o mais “Incongruente” de tudo isto... É querer comparar os “Desiguais (Sobradinho e Xingó)...Com a mesma igualdade...Pois, a Barragem de Sobradinho:

É o Reservatório Hidroelétrico...Que regula todas as Usinas Hidroelétricas a sua Jusante...Itaparica(Luiz Gonzaga), Apolônio Sales(Moxotó), Complexo de Paulo Afonso...Inclusive a Usina de Xingó

                                Hidrelétrica de Xingó (AL)
Pois, todas essas Usinas Hidroelétricas abordadas anteriormente... Exceto, naturalmente, a Barragem de Sobradinho... São mananciais em ‘Tese’...De “Fio D Água”...
Ou seja, recebem em “Série”...A defluência que vem da Barragem de Sobradinho...E jamais a Barragem de Xingó...Poderá possuir uma defluência igual a Barragem de Sobradinho...Como por exemplo, ‘Se’ Sobradinho...Tiver uma “Defluência”...De 1300m³/s...A Barragem de Xingó...Não poderá ter a mesma “Defluência”...De 1300m³/s...Pois, A Barragem de Xingó...É uma Barragem...De “Fio D Água”...E não uma “Barragem Reguladora”...Como Barragem de Sobradinho “É”...E Ponto Final.

Então, diante deste contexto abordado acima, é importante “Mitigar”...A atual situação sofrível do “Sistema CHESF”...E fazer um prognostico para o Biênio 2015 e 2016...Desde, ou melhor, a partir  da Usina Hidroelétrica de Três Marias(MG).

Como se sabe, que o processo de um sistema de geração de ‘Energia Hidroelétrico de modo geral... E de uma ‘Produção em Série’...De varias ‘Unidades Geradoras...De montante para jusante...Neste caso, especifico da CHESF...A unidade geradora mais a montante...É justamente, a Usina Hidroelétrica de Três Marias(MG)...E a mais a jusante...A Usina Hidroelétrica de Xingó...

E para se fazer um prognostico para o Biênio 2015 e 2016...Para o “Sistema CHESF”...Além desta premissa abordada anteriormente...É importante ‘Diagnosticar...A situação atual(30.04.2015, quinta feira)...Em volume útil(e seus respectivos percentuais), afluência e defluência...De todas as ‘Unidade Geradoras’ de Energia Hidroelétrica do Sistema CHESF... A partir da Usina Hidroelétrica de Três Marias (MG)...Passando pelos  reservatórios de Sobradinho, Itaparica (Luiz Gonzaga) e Xingó...

Diante disto, vamos a esse diagnostico... A partir da Usina Hidroelétrica de Três Marias (MG)...Passando pelos  reservatórios de Sobradinho, Itaparica (Luiz Gonzaga) e Xingó:

  
1 – USINA HIDROELETRICA DE TRÊS MARIAS.
      (Caracterização Técnica):   
      Três Marias fica na cabeceira do rio São Francisco e é o segundo maior da bacia, com uma capacidade de 19.528hm³(dezenove bilhões quinhentos e vinte oito milhões de  metros cúbicos de água), ficando atrás somente do reservatório de Sobradinho. A hidrelétrica é operada pela Cemig e tem uma potência instalada de 396MW...Com uma de 500m³/s...Que Agora final de abril de 2015...Está com uma vazão de somente de 80m³/s (http://www2.ana.gov.br/Paginas/imprensa/noticia.aspx?List=ccb75a86-bd5a-4853-8c76-cc46b7dc89a1&ID=12654).

      Entretanto, com um volume útil de somente 5.605.000.000m³(cinco bilhões, seiscentos e cinco milhões), que corresponde a 36.69%...E que possui também, um volume morto de 4.250.000.000m³, que corresponde a 21,76%.

É importante destacar, quando termina o ‘Período Chuvoso’...No Sudeste, que é justamente, no final de Abril...E o Reservatório de Três Marias, estar dentro desta área geográfica...A vazão volta a ser de 500m³/s...Para uma geração Hidroelétrica de 396MW...E atender com maior afluência para a barragem de sobradinho...Atender também, com vistas à garantia de atendimento dos usos múltiplos da água...Com por exemplo, o “Projeto Jaíba”, O Projeto Jaíba é um perímetro de irrigação fruto de uma parceria entre o Governo Federal e o Governo do Estado de Minas Gerais. Os dois níveis de governo são ali representados respectivamente pela CODEVASF e RURALMINAS. Outros órgãos das diversas esferas têm participado como parceiros do Projeto.      
Vazão Total Projeto
75 m³/s

Algumas considerações:

1 - Considerando quando a vazão de 500m³/s...Da Barragem de Três Marias, voltar a ser regulada...Agora em Maio ou Junho deste Ano-2015 em curso...Certamente, depois de 4,5(quatro e meio)meses...O seu volume útil de: 5.605.000.000m³(cinco bilhões, seiscentos e cinco milhões)...Se esgotará...Ou melhor, entrará em colapso para geração de energia hidroelétrica.
2 - Então, como explicar isto? É muito fácil, basta multiplicar(X) vazão de 500m³ , por 2.592.000s/m(dois milhões,  quinhentos e noventa e dois mil de segundos por mês=  1.296.000.000(X)4,5mês= 5.832.000.000m³...Em comparação o volume útil é de 5.605.000.000m³(cinco bilhões, seiscentos e cinco milhões.
   
 2 –  USINA HIDROELETRICA DE SOBRADINHO.
     (Caracterização Técnica):
     A Usina Hidrelétrica de Sobradinho está localizada nos municípios de Sobradinho e Casa Nova, estado da Bahia, a 40 km das cidades de Juazeiro (Bahia) e Petrolina (Pernambuco) e distante, aproximadamente 470 km do complexo hidroenergético dePaulo Afonso. A usina tem uma potência instalada de 1.050.000 kW (1.050 MW) e conta com 6 máquinas geradoras.1 A Usina está posicionada no rio São Francisco a 748 km de sua foz, possuindo, além da função de geração de energia elétrica, a de principal fonte de regularização dos recursos hídricos da região...Que possui uma capacidade máxima de 34.000.000.000m³.
Que Agora final de abril de 2015...Está com uma vazão de 1.112 m³/s...
Entretanto, com um volume útil de somente 6.281.000.000m³, que corresponde a 21,91%%...E que possui também, um volume morto de 5.448.000.000m³, que corresponde a 15,97%.

Já referente a Barragem de Sobradinho, apesar de localizada em plena sertão do Estado da Bahia – Região Nordeste, entretanto, a sua recarga de  afluência vem do Norte de Minas Gerias... Sobretudo da defluência de 500m³/s  da Barragem de Três Marias...E do noroeste da Bahia, também com influência da estação de chuvosa do Centro-oeste, que também terminou agora no final de Abril...
E  ‘Se” levarmos em consideração uma vazão de defluência de  1.112 m³/s...De Sobradinho...E com a afluência de 500m³/s  da Barragem de Três Marias... Menos(−)75 m³/s(projetoJaíba)=425m³/s...Então, 1.112 m³/s...Menos(−) 425m³/s=678 m³/s.

Então, 678 m³/s...Seria a vazão perda da Barragem Hidroelétrica de Sobradinho...E  esta vazão no decorrer de 1(hum) Mês...Seria de 678 X 2.592.000s/m =  1.757.376.000 X 3.5(meses)= 6.150.816.000 m³/s.

Entretanto, vazão de defluência de  Sobradinho, não poderá ser de somente de 1.112 m³/s de defluência...Pois, a sua jusante, existem ainda Itaparica (Luiz Gonzaga), Apolônio Sales (Moxotó), Complexo de Paulo Afonso e Xingó...E é justamente, a Barragem de Sobradinho, que ‘Regula”, essas hidroelétricas abordadas anteriormente, neste caso, é imprescindível, que a Barragem de Sobradinho, tenha pelo menos uma defluência de 1.300 m³/s...Menos()425m³/s , que recebe de Três Marias =875 m³/s. Sendo assim, Seria a vazão perda da Barragem Hidroelétrica de Sobradinho...E  esta vazão no decorrer de 1(hum) Mês...Seria de 875 X 2.592.000s/m = 2.268.000.000 X 3(meses)= 6.804.000.000 m³/s.

Assim sendo pelo visto, Barragem Hidroelétrica de Sobradinho, no transcorrer de 3(três)meses...Esgotará do o seu volume útil de 6.281.000.000m³...Mesmo recebendo o 425m³/s...Da  Barragem de Três Marias.


3  – USINA HIDROELETRICA DE LUIZ GONZACA(ITAPARIGA).
       (Caracterização Técnica):
      A Usina Hidrelétrica Luiz Gonzaga (antes conhecida como Usina Hidrelétrica de Itaparica... pertence a Companhia Hidro Elétrica do São Francisco (Eletrobras Chesf) e esta inserida na bacia hidrográfica do rio São Francisco...Com capacidade de gerar cerca de 1 milhão e 480 mil kW, o reservatório acumula quase 11 bilhões de m³ (metros cúbicos) ocupando área de 834Km².2 A formação do lago inundou áreas da Bahia e Pernambuco antes habitadas por 10 mil e 500 famílias que foram reassentadas em 3 cidades e um povoado, em projetos de irrigação que hoje contam com mais de 15.000 hectares em operação... Que possui uma capacidade máxima de 11.000.000.000m³.
Que Agora final de abril de 2015...Está com uma vazão de 1.248 m³/s...
Entretanto, com um volume útil de somente 832.000.000m³.
Que corresponde a 23,44%...E que possui também, um volume morto de 7.233.000.000m³, que corresponde a 67,08%.

3  – USINA HIDROELETRICA DE XINGÓ.
       (Caracterização Técnica):
      O aproveitamento hidrelétrico de Xingó está localizado entre os estados de Alagoas e Sergipe, situando-se a 12 km do município de Piranhas/AL e a 6 km do município de Canindé do São Francisco/SE.


A Usina de Xingó está instalada no São Francisco, principal rio da região nordestina, com área de drenagem de 609.386 km2 , bacia hidrográfica da ordem de 630.000 km2, com extensão de 3.200 km, desde sua nascente na Serra da Canastra em Minas Gerais, até sua foz em Piaçabuçu/AL e Brejo Grande/SE.


Está posicionada com relação ao São Francisco a cerca de 65 km à jusante do Complexo de Paulo Afonso, constituindo-se o seu reservatório, face as condições naturais de localização num canyon, numa fonte de turismo na região através da navegação no trecho entre Paulo Afonso e Xingó, além de prestar-se ao desenvolvimento de projetos de irrigação e ao abastecimento d'água para a cidade de Canindé/SE...Que possui uma capacidade máxima de 3.800.000.000m³...E volume morto de apenas 41.000.000m³...Por ser um manancial hidroelétrico “Fio D água”...Ou seja, em ‘Tese’...A mesma  água de Afluência(recarga)...Vaza por defluência(descarga)...E sua vazão média de defluência de de 1.850 m³/s...

Situa-se o vertedouro de superfície do tipo encosta com duas calhas e 12 comportas do tipo segmento com capacidade de descarga de 33.000 m3/s; na margem direita (SE) estão localizados os muros, tomada d'água, condutos forçados expostos, casa de força do tipo semi-abrigada, canal de restituição e diques de seção mista terra-enrocamento, totalizando o comprimento da crista em 3.623,00 m. A usina geradora é composta por 6 unidades com 527.000 kW de potência nominal unitária, totalizando 3.162.000 kW de potência instalada, havendo previsão para mais quatro unidades idênticas numa segunda etapa...Que Agora final de abril de 2015...Está com uma vazão de 1.086 m³/s...

Diante de tudo isto, abordado anteriormente em suma, após... ’Demonstrativo “Hidráulico-Hidrológico”...E alguns “Pressupostos”...Chega-se a uma seguinte conclusão:

Pela o andar da Carruagem... Anos-2013, 2014, 2015 e 2016...Seguidos de estiagens)...E pelo Efeito Dominó...Os Mananciais Hidroelétricos(Três Marias e Sobradinho)...Que são os ‘Reservatórios Cabeceiras(nascentes)...Do Sistema CHESF...Chegando ao um “Exaurimento” dos seus volumes uteis...Os mananciais(Itaparica (Luiz Gonzaga), Apolônio Sales (Moxotó), Complexo de Paulo Afonso e Xingó)... A suas ‘Jusantes’, entrarão num ‘Iminente Colapso’...Isto provavelmente não acontecerá, por que o Sistema elétrico brasileiro...É interligado...Como por exemplos, a Binacional ITAIPU...E a Usina de Tucuri(Eletronorte), mesmo sendo Usinas Hidroelétricas de ‘Foz’...Pois, defluem par o Mar(Oceano Atlântico)...Salvarão esta situação de um iminente colapso hidroelétrico...Neste ‘Biênio 2015, 2016’...E mesmo assim, já não entrou em um Colapso Hidroelétrico antes...Devido a mais de 3.500 Termelétricas...Espalhadas pelo Brasil afora(em todas as regiões)...Que vem ‘Socorrendo’...O sistema elétrico nacional...Se não já tinha entrado em Colapso...A custa de nós brasileiros...Pois, alguns meses atrás...Já custeamos a “Tarifa de Energia”...Na ‘Bandeira Vermelha’...E ponto Final.  

Do Escritor do Livro:
Água a Essência da Vida.
Pedro Severino de Sousa.
João Pessoa(PB), 02 de Maio de 2015.