domingo, 5 de abril de 2015

A VEZ DE CAMPINA GRANDE: Frente Parlamentar da Água promove 'Audiência pública'...


A VEZ DE CAMPINA GRANDE: Frente Parlamentar da Água promove 'Audiência pública'...

Membros da Frente Parlamentar da Água promovem nesta segunda-feira (29) em Campina Grande uma audiência conjunta da Assembleia Legislativa com a Câmara Municipal da cidade. A Audiência Pública começa às 9h30 na Câmara Municipal de Campina Grande. A informação foi do deputado Renato Gadelha que será o coordenador da Audiência.
A Frente Parlamentar tem realizado audiências em todo o estado com o intuito de discutir a pauta da segurança hídrica da Paraíba. Neste sábado (28), a cidade de Pombal, no Sertão do Estado, recebeu a Audiência Pública. O evento contou com a presença dos deputados Janduhy Carneiro, Galego Souza, Renato Gadelha, Gervásio Maia e Nabor Wanderley. A audiência também contou com a presença de Amaro Neto, representando o presidente da ALPB Adriano Galdino, diversos vereadores de Pombal e cidades circunvizinhas, assim como representantes da Cagepa, Aesa e do Exército Brasileiro.
Os deputados ainda visitaram o açude Carneiros, na cidade de Jericó, e, em seguida, o açude Coremas. Em Campina Grande, o foco do debate deve ser o açude Epitácio Pessoa, que fica na cidade de Boqueirão e é o principal abastecedor da cidade.

Açude de Boqueirão: colapso anunciado !?!? Pelo ambientalista Ramiro Pinto, em outubro de 2013.
Açude de Boqueirão - Colapso anunciado !?!? Por Ramiro Pinto, em outubro de 2013.


BOQUEIRÔMETRO:

As últimas chuvas que deram recarga hídrica no Açude Epitácio Pessoa ocorreram no período de janeiro a abril de 2011, Campina Grande e região está há praticamente 30 meses só consumindo, foram os oito meses restantes de 2011, todo ano de 2012 e até agora todos os meses de 2013. Temos hoje, 9/10/2013, apenas 42,5%, sendo que 16,0% é o "porão", restando apenas 26,5% para consumo de mais de 1.000.000 de habitantes, quase trinta cidades, distritos e zonas rurais. Os dados são da 
ANA/DNOCS/AESA.

ISTO FOI ANUNCIADO... Em 22 de outubro de 2013...

Imagine agora no final de Março de 2015...Aonde a “Estação de Chuvas(abundante dentro da Bacia do Rio Paraíba... Para acumular água neste já citado manancial Epitácio Pessoa)...Estar se "Findando"...Restando somente o Mês de Abril...Dentro de uma ‘Perspectiva de Enchentes’...

Diante disto, veja algumas informações atuais do Açude Epitácio Pessoa:
ÚLTIMAS INFORMAÇÕES RECEBIDAS SOBRE OS VOLUMES DOS 123 RESERVATÓRIOS D'ÁGUA DA PARAÍBA MONITORADOS PELA AESA
Boqueirão
Epitácio Pessoa
411.686.287
84.741.525
20,6%
30/03/2015

Se 16% é Porão...E agora(30.03.2015, Segunda Feira)...Se encontra com somente
20.6%...Pelo visto, resta somente 4.6% de VOLUME ÚTIL...

Assim sendo afinal, Ramiro Pinto, como ficará a situação do Manancial Epitácio Pessoa, conhecido popularmente, pelo o Açude de Boqueirão de Cabaceiras...No BIÊNIO 2015|2016?
Eis a questão!!

PEDRO SEVERINO DE SOUSA
JOÃO PESSOA(PB), 05 DE ABRIL DE 2015

segunda-feira, 8 de dezembro de 2014

BACIA AMAZÔNICA: A SALVAÇÃO DA PATRIA... ( SIM SENHOR).





Videos interessantes...
Que abordam esta 'Questão...
Com uma 'Certa Profecia':

Entrevista Pedro Severino na TV Cabo Branco sobre o Livro Água - Essência da Vida




Entrevista na TV Cidade de João Pessoa sobre O livro "Água: A Essência da Vida"










BACIA AMAZÔNICA:

A SALVAÇÃO DA PATRIA...

( SIM SENHOR).



O Brasil é um privilegiado quando se fala em água. Tem aproximadamente 12% da água doce superficial disponível no nosso planeta. Com tanta água, fizemos deste recurso natural o nosso principal motor. O Brasil é movimentado e iluminado à base de água: 70% da energia elétrica gerada no país vêm das hidroelétricas. 


A distribuição da água no país é bastante desigual. A maior porcentagem dos recursos hídricos está na Região Norte, que é a menos populosa do Brasil. A Região Sudeste concentra pouco mais de 40% da população brasileira, mas conta com apenas de 6% da água do Brasil. 



Se a chuva cai em quantidade adequada, tudo anda... Se não chover?... A situação fica difícil...Pois, afetará toda Economia do Brasil...Através  de desemprego em ‘Massa’, em todos os setores da Economia Brasileira...Principalmente, no “Setor Primário”...Da “Produção de Alimentos”...Comprometendo a nossa “Segurança Alimentar”...Podendo num futuro próximo...Nos tornar...Uma “Nova Venezuela”...


Tivemos um apagão em 2001... Só para nos lembrar... O que significa ficar sem chuva suficiente e todos os problemas que uma considerável parcela da população brasileira está vivendo em 2014... Porque não choveu... Toda esta situação de escassez de chuvas no Sudeste no Nordeste em 2014... Poderá repetir em 2015...E anos subseqüentes...  

Então  de tudo isto abordado acima...Aconselha-se um momento de reflexão...Em cima de algumas considerações:

1-      Considerando que o  “Brasil” de dimensão continental, maior detentor de água doce do planeta, através das bacias hidrográficas (bacia amazônica, bacia do S. Francisco, bacia do Tocantins Araguaia e bacia Platina), aonde são despejados milhares de metros ou talvez milhões de metros cilíndricos por segundo (m³ /s) nos mares (oceano atlântico) das respectivas regiões, quase sem nenhum aproveitamento ao longo dos cursos de suas bacias hidrográficas pelos poderes públicos constituídos (federal, Estadual e Municipais).

2-      Considerando que o Brasil, um país gigante por natureza, com abundância de recurso hídrico, tanto concernente ao lençol freático (águas subterrâneas), águas superficiais (rios, lagos, represas e açudes) e águas litorâneas (apesar de salgadas) que se estendem do Oiapoque ao Chuí, com o litoral de quase 8000 (oito mil) quilômetros de extensão. Entretanto, algumas metrópoles regionais, como, por exemplo: Recife PE (Veneza brasileira) banhada por dois rios: Capibaribe e Beberibe e a sua população ‘Sofre com falta de água potável para seu consumo. Isto é, um descaso dos poderes públicos, um absurdo!


3-       Considerando como se sabe, que o problema crucial para a humanidade neste  milênio, vai ser a falta (escassez) d'água... E o Brasil ser o maior detentor deste liquido preciosos (ouro liquido) e que num futuro próximo a água vai ter mais valor que o petróleo... 


Então diante disto, cabe ao governo brasileiro, traçar uma politica de armazenamento desses recursos hídricos. Que estão sendo despejados, diuturnamente nos mares de suas respectivas regiões no intuito de termos a maior reserva de água doce do planeta, para quando formos procurados por outros países e com certeza vai ser e certamente, seremos o maior exportador d'água doce deste milênio...Ou melhor, já dentro deste Século(21).


Para se atender os objetivos do projeto da politica de armazenamento dos nossos recursos hídricos, bastaria somente que o governo brasileiro, interligassem as quatro grandes bacias hidrográficas brasileiras. Tendo a bacia Amazônica, como a bacia supridora dessas interligações... Pois, a Bacia Amazônica, despeja mais de 215.000m³, diuturnamente no oceano Atlântico.

Surge essa necessidade, até porque, segundo o estudo da NASA (Agencia Espacial Norte-americana), o Rio São Francisco, daqui a 45(quarenta e cinco) anos morrerá... Ou seja... No ano 2060,  se tonará um simples riacho.

Com a efetivação dessas sonhadas, porém exequíveis interligações das grandes bacias brasileiras...Só assim, salvaria a morte prematura do Rio São Francisco... E viabilizaria de vez, sem sofrer solução de continuidade... A transposição de suas águas para os sertões nordestinos brasileiros... E ao mesmo tempo, atenderia a “Politica de Gerenciamento dos Recursos  Hídricos Brasileiros , já dentro deste Século21 e os futuros séculos... E, simultaneamente, atenderia a politica agrícola/fundiária no “Desenvolvimento Sustentável”... Evitando desta forma o “Mar uso” da água. Que decorrente disto existem bolsões de misérias as margens do Rio São Francisco... Ao longo dos Estados de: Minas Gerais, Bahia, Pernambuco, Alagoas e Sergipe... E no Estado do Amazonas, quase totalmente banhado por água... Mas é gritante seu subdesenvolvimento.

Diante disto...Perguntar-se-ia como resolver isto? Por ser um questionamento complexo... E de difícil execução... Entretanto, vejo como ser... De uma simples resolução... Então, diante disto...Como explicar isto?

Não sendo prolixo, entretanto, merecem colocações aprofundadas...E de detalhes de preceitos ‘Hidrológicos’...E ‘Hidro Energéticos’...Que este nosso ‘Gigante Brasil’...É “Detentor”...Entretanto, os  Poderes Públicos Constituídos (Federal, Estadual e Municipais)...Ainda, não sabem usarem...

Entretanto, vamos para o trivial... “Entre muitas propostas, existe uma que, certamente, irá emergir das demais, que é a Integração Eletroenergetica do Sistema de Transmissão Norte-Nordeste, ou melhor, interligar a “Eletronorte”, com a Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf)”...Que foi sugerida...Ainda no de 2004( pelo meu(Pedro Severino de Sousa)...

Artigo: PROPOSTA PARA OTIMIZAÇÃO DA TRANSPOSIÇÃO:

http://riodaintegracaonacional.blogspot.com.br/2009/04/proposta-para-otimizacao-da.html

  Até então,  o Sistema Elétrico...Ainda não era ‘Interligado’...


Então,  como assim... E como exemplo...Partindo da premissa da interligação da Eletronorte com a Chesf, vislumbrará um horizonte promissor de a Eletronorte suprir a Região Nordeste, no suprimento da operacionalidade da Transposição, ou seja, suprir no fornecimento de Energia Elétrica nas tomadas de água, estações elevatórias e nos projetos de irrigações... E, sobretudo, caso ser preciso, e vai ser preciso...

Ou a curto, médio, ou longo prazo, de a Eletronorte, suprir todo Nordeste, numa eventual e/ou eventuais necessidades de um maior aporte de água por parte do Reservatório de Sobradinho, para atender o sistema Chesf na sua capacidade plena de geração de Energia Hidroelétrica...

E na adução de água para a Transposição... Diante desses pressupostos, pergunta-se, como otimizar esta proposta?...Já que a Eletronorte, no conjunto de suas Usinas (Tucurui, Balbina e Samuel), tem uma capacidade instalada de 12.544,41MW e só consume em Média 3.000,00MW e sua Rede de Distribuição já estar interligado com o sistema Chesf...Deve-se saliente, que esses valores de geração e demanda são de 2004.

Seria salutar que o Sistema Elétrico Nacional, redimensionasse nas redes de distribuições da Eletronorte e Chesf, suas bitolas de seus cabos de distribuições, no intuito de se ter uma melhor plenitude no fornecimento de energia elétrica da Eletronorte para suprir o Nordeste...Na ocasião de se acumular água em Sobradinho, para se atender a demanda da Transposição...Então, como será este Gerenciamento? Escolhe-se um Mês do Ano, que tenha uma melhor Média Pluviométrica dentro da Bacia Hidrográfica do São Francisco...



(Operador Nacional do Sistema Elétrico), a maior afluência Média de Sobradinho é no Mês de Março, que é, em torno de 13.000.000.000m³(treze bilhões) de metros cúbicos de água... E que a demanda de água para a Transposição, considerando a maior vazão, que é de 227m³/s, em um ano, é de apenas de 3.900.000.000 m³ (três bilhões e novecentos milhões)de metros cúbicos de água...

Então, pelo visto, a Transposição no decorrer de ano, só vai precisar de 1/3 da afluência de Março(13.000.000.000 m³) para Sobradinho, que eqüivale a 4.320.000.000 m³(quatro bilhões e trezentos e vinte milhões) de metros cúbicos de água...

Agora, pergunta-se, como gerar esta mencionada demanda de água para atender a Transposição? Tecnicamente, é muito simples, basta que a Eletronorte, abasteça de Energia Elétrica o Nordeste, por 10(dez) dias...E o Sistema Chesf, desligue suas turbinas(fechar Comportas), principalmente de Sobradinho, para que se acumule os 3.900.000.000m³(três bilhões e novecentos milhões)de metros cúbicos de água, que é a demanda da Transposição...

E por acaso, as turbinas de Sobradinho e Itaparica, não tenham, concomitantemente, condições de defluir a água para suas gerações de Energia Elétrica e a demanda da transposição, que se faça através de By Pass. Até por que as captações(tomadas de água), serão feitas no Eixo Norte, a jusante de Sobradinho e no Eixo Leste a jusante de Itapariga, respectivamente...

Agora, entretanto, não dar para se conceber, é apesar de que o Rio São Francisco, ser perene e caudaloso, ainda existir. “Bolsões de Misérias”, dentro de sua bacia hidrográfica, principalmente, as margens do seu leito...

Partindo desta realidade, propõem-se que se faça também, “Micro-Transposições”, do leito caudal principal do São Francisco, para suas sub-bacias hidrográficas, desde da Serra da Canastra até sua foz em Penedo nas Alagoas...Logicamente, obedecendo a  exigentes critérios Ecohidrólogicos, ou seja, obedecendo a Preceitos Eco-Sócio-Hidro-Ambientais, que não fira a saúde de seus ecossistemas...Dentro de um orçamento participativo comum e auto-sustentável, entre Municípios, Estados e a União...E por não dizer, das comunidades beneficiadas por estes projetos....Só assim, sairemos deste atraso: Politico-Sócio-Econômico e Cultural, que ainda “Reina”... No Nordeste do Brasil...Só assim, teremos, nós nordestinos: “Água Para Todos”... E consequentemente, Desenvolvimento Sustentável...


Em suma, logicamente, com a conclusões das Obras Hidroelétricas Girau, que terá capacidade instalada de 3.750MW,1 ... Santo Antônio, com produção de Energia Elétrica 3.568 MW... Ambas em Rondônia... E Belo Monte... A Usina Hidrelétrica de Belo Monte é uma central hidrelétrica que está sendo construída... Sua potência instalada será de 11.233 MW...No Rio Xingu, no Estado brasileiro do Pará, nas proximidades da cidade de Altamira...Perfazendo entre Girau - 3.750MW; Santo Antônio - 3.568 MW...E finalmente, Belo Monte-11.233 MW...Totalizará uma geração de 18.551 MW...Sendo que a Região Norte...Só consume 4.592MW... Além da Eletronorte, no conjunto de suas Usinas (Tucurui, Balbina e Samuel), tem uma capacidade instalada de 12.544,00MW...Perfazendo toda região Norte...Na sua totalidade de geração de 31.095MW...Que corresponde em torno de 50% de todo ‘Sistema Elétrico Brasileiro’ :


Sendo assim, esse excedente de 26.506MW...Ficará à disposição...Para a demais Regiões Brasileira(Nordeste, Centro-oeste, Sudeste e Sul)...E como complementação...Sugerisse que o ‘Governo Brasileiro’...Intensifiquem Projetos de Geração de Energia Renováveis(Eólica, Solar, entre outras)...Para suprir, ou melhor, para diminuir a dependência do nosso ‘Setor Eletrico’...A ‘Matriz hidro Energética... Que  é de 70%...Só assim, sobrará “ÁGUA”...Para o ‘Desenvolvimento Sustentável...Salvando de vez... A nossa “Segurança Alimentar”...

Para não sermos num futuro próximo...Uma “Nova Venezuela”...E só assim também, termos com “Segurança”...Na integra “Salvo”...O PLANO NACIONAL DE SEGURANÇA HIDRICA...

Sendo assim, evidentemente, A BACIA AMAZÔNICA:
SERÁ...A SALVAÇÃO DA PATRIA...
( SIM SENHOR).



DO ESCRITOR PEDRO SEVERINO DE SOUSA
DO LIVRO: ÁGUA: A ESSÊNCIA DA VIDA.
JOÃO PESSOA (PB), 08 DE DEZEMBRO DE 2014











quinta-feira, 27 de novembro de 2014

SITUAÇÃO ATUAL (DESDE JANEIRO/2014) DO SISTEMA CUREMA/MÃE D’ÁGUA... (E SUAS PERSPECTIVAS PARA O FUTURO).

QUEM TE VIU...QUEM TE VÊ...

ANTES(ANO DE 2008)


HOJE(ANO DE 2013)


Produzido por Pedro Severino
Novembro/2014


POR QUE A CIDADE DE JUCURUTU/RN... JÁ ESTÁ SENDO ABASTECIDA ATRAVÉS DE CARRO PIPA.
(DOMINGO, 19 DE JANEIRO DE 2014)
 Acompanhamento do Açude Coremas em 2014

Acompanhamento do Sistema CUREMA-MÃE D ÁGUA- AÇU
Curem-Açu
DATA: 14/11/2014

CONSIDERAÇÕES DOS POSTADOS... ACIMA:

1-      Considerando uma Vazão Liberada de 5m³/s... Pela a “Comporta da Turbina de Coremas...Pelo By-pass e/ou a micro-hidroeletrica... Que equivale a uma vazão em 1(hum) Mês de 12.960m³(doze milhões novecentos sessenta mil de metros cúbicos)...Para alimentar, ou melhor, para atender o Marco Regulatório do Piancó/Piranhas/Açu...Nas demandas de consumo humano, irrigação e dessedentação animal...Ao longo do  Piancó/Piranhas/Açu... Além da Adutora Coremas/ Sabugi...Afora como por exemplo, de atender até mesmo Caicó-RN, através da Adutora de Jardim de Piranhas/Caicó...De atender também, toda a microrregião de Catolé do Rocha.

2-      Considerando  também, que a evaporação do Semi-árido do Nordeste do Brasil...Ser em Média de 2.000mm a 3.000mm/ano...Além das demandas de consumo humano, irrigação e dessedentação animal...Ao longo(entorno) da Bacia hidráulica do Sistema Curema/Mâe D`Água...Desde de Catingueira-PB...Até o Aguiar-PB. E outras demandas difusas.

3-      Acredito que esta vazão em 1(hum) Mês de 12.960m³(doze milhões novecentos sessenta mil de metros cúbicos...Vai para 1(huma vazão de entorno de 15.000.000 m³(quinze milhões de metros cúbicos)...Em tempo, tudo isto, somente ao açude de Coremas...logicamente, posteriormente, farei as ‘Considerações”... Sobre Mãe D`Água... 
Dando sequência a ‘Involução’, ou melhor, a diminuição de seu ‘Volume’...Aonde hoje:
                              DATA:        COTA(m):      VOL(m³):          PERC%:
                             18/11/2014    232,38        152.960.000      25,9% 
Fica evidenciado que no transcorrer de 156 dias, ou seja, de 5,2 meses... Aproximadamente no dia: 10 Maio de 2015...  O Açude Curema...Chegará  ao seu “Volume Morto”( 36.710.000m³, trinta e seis milhões setecentos e dez mil de metros cúbicos):                                  
                                                     COTA(m):      VOL(m³):          PERC%:
 No dia:    10/05/2015                  223              37.185.865        6.3%  do volume total de 591.646.222 m³( quinhentos e noventa e hum milhões seiscentos e quarenta e seis mil e duzentos e vinte e dois metros cúbicos)

Entretanto, é bom lembrar, se não chover? Ou seja, caso não haja recarga da sua bacia hidráulica...Se por ventura o Açude de Curema exaurir   seu volume útil que é de: 591.646.222 m³(capacidade total) (–) 36.710.000 m³(volume morto)= 554.836.222 m³(volume util)...Se algum dia for preciso usar desse volume Morto(36.710.000 m³)...Só através de Bombeamento...Pois, o volume morto está abaixo da tomada da água da comporta(Turbina) desse manancial de Curema...Ou seja, não desce mais por gravidade...Neste particular, sugiro que “Não Se Use”... Esse 36.710.000m³(volume morto)...Para ‘Bombeamento’...Pois, seria uma ‘Reserva  Estratégica’...Para  Coremas ...E comunidades circunvizinhas.

         EM TEMPO:
        COTA DA TOMADA D ÁGUA DA TURBINA 223,00...
          ACIMA: 591.646.222 m³(capacidade total) (–) 36.710.000 m³(volume morto)=                     554.836.222 m³(volume util).

                VOLUME UTIL  ATUAL: 114.500.000m³
(cento e quatorze milhões e quinhentos mil metros cúbicos)

                VOLUME MORTO: 36.710.000m³(trinta e seis milhões setecentos e dez mil metros cúbicos).
Agora, entretanto, no caso  especifico ...Se for  preciso usar as Águas da Barragem de Mãe...Para completar o Marco Regulatório Coremas-Açu na vazão de 5m³... Neste Caso, será preciso ‘Usar o volume útil da Barragem de  Mãe D` água... Dentro de algumas considerações:

1-      Se o ‘Volume Util’ Total de Mãe DÁgua(567.999.136-7.450767=560.548.370m³)...Entretanto,  Volume Útil atual  é de somente: 121.500m³.
 2-      Entretanto, hoje(19.11.2014)...A barragem de Mãe D`Água se encontra na Cota 232,99m...Com o Volume de 129.490.000 m³...Ou seja, 121.500m³(cento e vinte e hum milhões e quinhentos mil) + 7.240.000m³(sete milhões duzentos e quarenta mil metros cúbicos) do volume morto. 
3-      Considerando uma vazão estimada da Barragem de Mãe D Água de Cota 219,60m  entre o Canal da Redenção(Cota 231mm)... E outros ‘Usos Difusos’...Em  1(hum mês terá uma vazão de 5.184.000m³... Da Barragem de Mãe D´água numa data oportuna para se vê... Com o Marco Regulatório de Curema-Açu de 5 m³/s  (cinco metros cúbicos para atender os ‘Usos  múltiplos deste já referido ‘Marco  Regulatório...Seria necessário ‘Abril a Comporta’...Da Barragem de Mãe D Água...Até a Cota 219,60m...Pois, abaixo desta Cota 219,60m referida anteriormente...Ou seja, já  é ‘Volume Morto’ de 7.240.000m³(sete milhões duzentos e quarenta mil metros cúbicos).
               
  EM TEMPO:
                                      COTA DO CANAL DA REDENÇÃO 
                                     (231,00 = 93.743.890)
                                   COTA  DA COMPORTA MÃE D ÁGUA  
                                   ( 219.60= 7.240.000)   86.503.890 m³
             (Oitenta e seis milhões, quinhentos e três mil, oitocentos e noventa metros cúbicos).
                         VOLUME UTIL ATUAL:COTA232.96(128.820.000 - 7.240.000= 121.580.000m³(cento e vinte e hum milhões e quinhentos e oitenta mil metros cúbicos).

Partindo do exposto acima, seria interessante, que COMITÊ PIANCÓ/PIRANHAS/AÇU, através da ANA - Agência Nacional de ÁguasAESA - Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado e Igarn - Governo do Estado do Rio Grande do Norte...

Já fizesse esta vazão de 5 m³/s  ( cinco metros cúbicos por segundo )atual para atender o este ‘Marco Regulatório de Curema/Açu...Desde de já... Haja a  ‘Equidistribuição’, entre Curema-Mãe Dágua...Até porque o próprio Marco Regulatório para a Gestão do Sistema Curema-Açuhttp://cbhpiancopiranhasacu.org.br/Docs/marcoregulatorio/687-2004.pdf...

É do próprio ‘Sistema Curema/Mãe Dágua)...E não só de Curema... Então diante disto, sugere-se que  ‘Já’...“Capta Água...Em Mãe D Água também.

Diante disto, aconselha que esta vazão de 5 m³/s(cinco metros cúbicos por segundo )atual para atender o este ‘Marco Regulatório de Curema/Açu...Capte na Barragem de Mãe D Água no mínimo 2 m³/s(dois metros cúbicos por segundo...Para coajudivar o Açude de Curema...Pois, se continuar com a vazão de 5 m³/s ( cinco metros cúbicos por segundo )atual para atender o este Marco Regulatório Curema/Açu...Logo, logo, o Açude de Curema(Estevão Marinho)...Chegará a sua tomada D água(não descendo mais Água por ‘Gravidade’... Pelo By-pass e/ou a micro-hidroeletrica...Que venha atender o Marco Regulatório de Curema/Açu...

Logicamente, aumentando da Barragem de Mãe D Água 2 m³/s(dois metros cúbicos por segundo)...Logo, logo, o nível desta Barragem de Mãe D Água..., chegará a sua cota do Canal da redenção(231m)...Que certamente, deixará de ir água por ‘Gravidade’...Pelo Canal da Redenção...Para o PIVAS( Projeto de Irrigação das Várzeas de Sousa). Entretanto, atenderá com maior ‘Equidade’ o Marco Regulatório Curemas/Açu...Já que em caso, de ‘Secas’(estiagens)...Prevalece a ‘Priori’, o consumo humano...E dessedentação animal...


No ensejo, sugere-se que o CONSELHO NACIONAL SOS RECURSOS HIDRICOS (http://www.cnrh.gov.br/), através da ANA - Agência Nacional de ÁguasAESA - Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado e Igarn - Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Vinhesse reformular o Marco Regulatório de Curemas-Açu... Dentro desta nova realidade “Hidrológica” do Semiárido do Nordeste... Entre “Demanda e Oferta”.
  
Considerações Finais:

Partindo dos ‘Preceitos Hidrológicos’...E das considerações abordadas acima, não se tem outra “Alternativa”...Se não houver uma Gestão com ‘Racionalização, ou melhor, evitando o ‘Desperdício’...Para uma profícua Gestão dos nossos ‘Recursos Hídricos.

Do Escritor  Pedro Severino de Sousa
do Livro : Água: Água a Essência da Vida.
João Pessoa(PB), 20 de Novembro de 2014





RESERVATÓRIO CUREMA – MÃE D’AGUA


RESERVATÓRIO COREMAS 


RESERVATÓRIO MÃE D’AGUA


CONSIDERAÇÕES DOS POSTADOS... ACIMA:

1-      Considerando uma Vazão Liberada de 5m³/s... Pela a “Comporta da Turbina de Coremas...Pelo By-pass e/ou a micro-hidroeletrica... Que equivale a uma vazão em 1(hum) Mês de 12.960m³(doze milhões novecentos sessenta mil de metros cúbicos)...Para alimentar, ou melhor, para atender o Marco Regulatório do Piancó/Piranhas/Açu...Nas demandas de consumo humano, irrigação e dessedentarão animal...Ao longo do  Piancó/Piranhas/Açu... Além da Adutora Coremas/ Sabugi...Afora como por exemplo, de atender até mesmo Caicó-RN, através da Adutora de Jardim de Piranhas/Caicó...De atender também, toda a microrregião de Catolé do Rocha.

2-      Considerando também, que a evaporação do Semiárido do Nordeste do Brasil...Ser em Média de 2.000mm a 3.000mm/ano...Além das demandas de consumo humano, irrigação e dessedentação animal...Ao longo(entorno) da Bacia hidráulica do Sistema Curema/Mâe D`Água...Desde de Catingueira-PB...Até o Aguiar-PB. E outras demandas difusas.

3-      Acredito que esta vazão em 1(hum) Mês de 12.960m³(doze milhões novecentos sessenta mil de metros cúbicos...Vai para 1(huma vazão de entorno de 15.000.000 m³(quinze milhões de metros cúbicos)...Em tempo, tudo isto, somente ao açude de Coremas...logicamente, posteriormente, farei as ‘Considerações”... Sobre Mãe D`Água...


Dando sequência a ‘Involução’, ou melhor, a diminuição de seu ‘Volume’...Aonde hoje:
                                  DATA:        COTA(m):      VOL(m³):          PERC%:
                             18/11/2014    232,38        152.960.000      25,9%

Fica evidenciado que no transcorrer de 156 dias, ou seja, de 5,2 meses...Aproximadamente no dia: 10 Maio de 2015...  O Açude Curema...Chegará  ao seu “Volume Morto”( 36.710.000m³, trinta e seis milhões setecentos e dez mil de metros cúbicos):

                                                              
                                                        COTA(m):      VOL(m³):          PERC%:
 No dia:    10/05/2015                       223              37.185.865        6.3%  do volume total de 591.646.222 m³( quinhentos e noventa e hum milhões seiscentos e quarenta e seis mil e duzentos e vinte e dois metros cúbicos)
 Entretanto, é bom lembrar, se não chover? Ou seja, caso não haja recarga da sua bacia hidráulica...Se por ventura o Açude de Curema exaurir   seu volume útil que é de: 591.646.222 m³(capacidade total) (–) 36.710.000 m³(volume morto)= 554.836.222 m³(volume útil)...Se algum dia for preciso usar desse volume Morto(36.710.000 m³)...Só através de Bombeamento...Pois, o volume morto está abaixo da tomada da água da comporta(Turbina) desse manancial de Curema...Ou seja, não desce mais por gravidade...Neste particular, sugiro que “Não Se Use”... Esse 36.710.000m³(volume morto)...Para ‘Bombeamento’...Pois, seria uma ‘Reserva  Estratégica’...Para  Coremas ...E comunidades circunvizinhas...

Agora, entretanto, no caso especifico...Se for  preciso usar as Águas da Barragem de Mãe...Para completar o Marco Regulatório Coremas-Açu na vazão de 5m³... Neste Caso, será preciso ‘Usar o volume útil da Barragem de Mãe D’água... Dentro de algumas considerações:

1-      Se o ‘Volume Útil’ Total de Mãe D’Água (567.999.136-7.450767=560.548.370m³)...Entretanto,  Volume Útil atual  é de somente: 121.500.

2-      Entretanto, hoje (19.11.2014)... A barragem de Mãe D`Água se encontra na Cota 232,99m...Com o Volume de 129.490.000 m³...Ou seja, 121.500m³(cento e vinte e hum milhões e quinhentos mil) + 7.240.000m³(sete milhões duzentos e quarenta mil metros cúbicos) do volume morto.


3-      Considerando uma vazão estimada da Barragem de Mãe D Água de Cota 219,60m entre o Canal da Redenção... E outros ‘Usos Difusos’...Em  1(hum mês terá uma vazão de 5.184.000m³... Da Barragem de Mãe D´água numa data oportuna para se vê... Com o Marco Regulatório de Curema-Açu de 5 m³/s  (cinco metros cúbicos para atender os ‘Usos  múltiplos deste já referido ‘Marco  Regulatório...Seria necessário ‘Abril a Comporta’...Da Barragem de Mãe D Água...Até a Cota 219,60m...Pois, abaixo desta Cota 219,60m referida anteriormente...Ou seja, já  é ‘Volume Morto’ de 7.240.000m³(sete milhões duzentos e quarenta mil metros cúbicos).



Partindo do exposto acima, seria interessante, que COMITÊ PIANCÓ/PIRANHAS/AÇU, através da ANA - Agência Nacional de Águas, AESA - Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado e Igarn - Governo do Estado do Rio Grande do Norte...Já fizesse esta vazão de 5 m³/s  ( cinco metros cúbicos por segundo )atual para atender o este ‘Marco Regulatório de Curema/Açu...Desde de já... Haja a  ‘Equidistribuição’, entre Curema-Mãe Dágua...Até porque o próprio Marco Regulatório para a Gestão do Sistema Curema-Açu http://cbhpiancopiranhasacu.org.br/Docs/marcoregulatorio/687-2004.pdf...É do próprio ‘Sistema Curema/Mãe Dágua)...E não só de Curema... Então diante disto, sugere-se que  ‘Já’...“Capta Água...Em Mãe D Água também.

No ensejo, sugere-se que o CONSELHO NACIONAL SOS RECURSOS HIDRICOS (http://www.cnrh.gov.br/), através da ANA - Agência Nacional de ÁguasAESA - Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado e Igarn - Governo do Estado do Rio Grande do Norte. Vinhesse reformular o Marco Regulatório de Curema-Açu... Dentro desta nova realidade “Hidrológica” do Semiárido do Nordeste... Entre “Demanda e Oferta”.




Considerações Finais:

Partindo dos ‘Preceitos Hidrológicos’...E das considerações abordadas acima, não se tem outra “Alternativa”...Se não houver uma Gestão com ‘Racionalização, ou melhor, evitando o ‘Desperdício’...Para uma profícua Gestão dos nossos ‘Recursos Hídricos.

Do Escritor Pedro Severino de Sousa
Do Livro: Água: Água a Essência da Vida.
João Pessoa (PB), 20 de Novembro de 2014.